Combustão e o Triangulo do fogo

Combustão

Na Natureza do “Fogo” Só  haverá “fogo” quando houver combustão!

[dropcap] P[/dropcap]ara que haja Combustão é necessário que ocorra uma combinação entre os elementos combustível, Temperatura de Ignição e o oxigênio do ar atmosférico (Comburente). A combinação em proporções adequadas desses elemento produzirá um processo de desprendimento de calor e energia luminosa

O início da combustão requer a conversão do combustível para o estado gasoso, o que se dará por aquecimento (pirólise*). Como regra geral, os materiais combustíveis queimam no estado gasoso. Submetidos ao calor, os sólidos e os líquidos combustíveis se transformam em gás para se inflamarem. Com exceção e como casos raros, há o enxofre e os metais alcalinos (potássio, cálcio, magnésio e etc) que se inflamam diretamente no estado sólido.

Concluímos com isso que o que realmente queima não é o material em si, mas os gases/vapores em decomposição de uma matéria ou substância através do calor.

Triângulo do fogo

imagesO triângulo do fogo é a representação dos três elementos necessários para iniciar uma combustão. Esses elementos são o combustível que fornece energia para a queima, o comburente que é a substância que reage quimicamente com o combustível e a temperatura de ignição que é necessário para iniciar a reação entre combustível e comburente. Para que se processe esta reação, obrigatoriamente dois agentes químicos devem estar presentes: Combustível e Comburente

Modernamente, foi acrescentado ao triângulo do fogo mais um elemento: A REAÇÃO EM CADEIA, formando assim o tetraedro ou quadrado de fogo. A função didática deste polígono de quatro faces é a de complementar o triângulo do fogo.

DantasNet

Em Breve...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *